Navigation-Menus

Vaga para (01) Oficial Distrital de Apoio Psicossocial


A ELIZABETH GLASER PEDIATRIC AIDS FOUNDATION (EGPAF)
é uma ONG que trabalha em parceria com o Ministério da Saúde, na implementação do Programas de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoas vivendo com o HIV. A sua missão é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão do HIV de mãe para filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade.

No âmbito das suas actividades, a Fundação pretende recrutar (01) Oficial Distrital de Apoio Psicossocial baseado em Gaza – Moçambique.

A Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation (EGPAF) tem a missão de criar um mundo onde nenhuma mãe, criança ou família sejam devastadas pelo HIV e pela AIDS, e nós estamos causando um impacto. Somos líderes comprovados na luta global para erradicar o HIV e a SIDA, e defensores de que todas as crianças vivam uma vida plena e saudável até a idade adulta. Por mais de 30 anos, a EGPAF tem sido líder no atendimento de necessidades urgentes em HIV e SIDA pediátricos nas regiões mais afetadas do mundo. Realizamos nossos valores de paixão, inovação, trabalho em equipe, liderança, integridade, excelência e equidade todos os dias, maximizando nosso impacto nas comunidades que servimos. Junte-se a nós em nossa luta por uma geração sem SIDA.

Como você lutará por uma geração sem SIDA?

O Oficial Distrital de Apoio Psicossocialestará baseado no distrito/região apoiado pelo EGPAF, e é o responsável pela operacionalização do apoio da EGPAF à Direcção Distrital de Saúde (SDSMAS) e as US’s da área de jurisdição na implementação, monitoria e avaliação dos serviços ATS/APSS e o estabelecimento de sistemas de ligação US e comunidade. O coordenador distrital/regional deverá trabalhar em estreita colaboração com as SDSMAS e as equipes das Unidades Sanitárias alvo, respeitando o plano de actividades acordado e as normas e padrões de qualidade do Ministério da Saúde. O Oficial Distrital de Apoio Psicossocial está sob supervisão do Coordenador Distrital/Regional, recebendo apoio da equipe provincial, através de visitas planificadas de acordo com o calendário estabelecido. A posição requer viagens frequentes dentro do distrito/região bem como viagens regulares a sede Capital da província.

Não há dois dias iguais na EGPAF, mas o que você pode esperar como responsabilidades?

O Oficial Distrital de Apoio Psicossocialdeve apoiar os aspectos ATS/APSS com SDSMAS e US:

  • Assegurar a implementação efectiva das diferentes abordagens de ATS (ATIU, ATIP e ATS a partir do Caso índex
  • Assegurar a capacitação das equipas do Distrito, conselheiros e técnicos de saúde em aconselhamento Pré-TARV, adesão e APS para mulheres Grávidas, Crianças e pacientes em geral.
  • Assistir a Unidade Sanitária da Sede e periféricas na adequação e operacionalização de fluxogramas de aconselhamento nos serviços de SMI e de TARV para adultos e Crianças.
  • Assistir as USs na definição e operacionalização de fluxogramas de aconselhamento para adultos e pediátrico e de pacientes com carga viral acima de 1000 cp e suspeitos de falência terapêutica.
  • Realizar visitas de assistência técnica para os CL e técnicos envolvidos nas actividades de ATS e APSS nas US’s da Sede e Periferias incluindo a avaliação sistemática da qualidade
  • Implementar estratégias visando a identificação de positivos e a ligação destes aos cuidados e tratamento.
  • Assistir os pontos focais de ligação com a comunidade da Sede do Distrito e respectivas periferias na coordenação e sistematização das intervenções comunitárias e seguimento de pacientes referidos da comunidade para a unidade sanitária.
  • Trabalhar com a equipa multidisciplinar da US e da EGPAF na operacionalização do sistema de busca de pacientes faltosos e abandonos.
  • Assegurar a oferta de aconselhamento de reforço de adesão e seguimento de Mulheres Gravidas HIV+ crianças HIV+, pacientes nos cuidados e tratamento, faltosos retornados após a busca e de pacientes em risco de adesão em geral.
  • Apoiar as USs na expansão e seguimento dos GAAC incluindo a assistência técnica aos pontos focais na sua monitoria quer nas USs quer na comunidade.
  • Assegurar a implementação da abordagem do Aconselhamento e testagem a partir do “Caso Índice” para massificar a testagem de crianças, parceiros e restantes membros de famílias de utentes seguidos nas unidades sanitárias apoiadas e sua ligação com os cuidados de tratamento.
  • Trabalhar em coordenação com a equipa da EGPAF baseadas no distrito e ESMI na implementação de intervenções específicas do programa das Mães Mentoras onde for necessário.
  • Trabalhar em estreita colaboração com o programa de Violência Baseada no Género de modo a apoiar na implementação efectiva das actividades de atendimento às vítimas.
  • Assegurar a formação de conselheiros, enfermeiras de SMI e outro pessoal envolvido na implementação de grupos de MpM e de Apoio Pediátricos incluindo o processo de revelação diagnóstica.
  • Identificar e implementar estratégias e intervenções visando a promoção de adesão e retenção dos pacientes aos cuidados e tratamento.

Para ter sucesso, você terá:

  • Licenciatura em Psicologia Clinica e ou Psicologia Geral com conhecimentos e experiencia em HIV e SIDA e Saúde Sexual e Reprodutiva;
  • Experiencia reconhecida em abordagens comunitárias e ligação Unidade Sanitária-Comunidade;
  • Pelo menos dois anos de experiencia na implementação e monitoria de programas de apoio psicossocial em HIV/SIDA nas áreas de SMI-PTV e TARV adulto e pediátrico;
  • Experiencia e facilidades em desenvolver ligações e trabalho com a DPS, SDSMAS, US e comunidades;

Pontos de bônus/mais valias se você tiver:

  • Fluência na língua portuguesa;
  • Saber falar e escrever em inglês será uma vantagem;
  • Disponibilidade para fazer viagens regulares dentro do Distrito e Província;
  • Conhecimento de informática na óptica do Utilizador.
  • Como uma organização global, multinacional e multicultural, a EGPAF acredita que a diversidade no local de trabalho enriquece o nosso trabalho e aumenta o nosso impacto e eficácia. Acreditamos que os trabalhadores têm o direito de trabalhar num ambiente de respeito mútuo e integridade que promova a dignidade e o respeito por todos e que lhes permita atingir seu pleno potencial. A Fundação está empenhada em promover a diversidade, equidade, inclusão e pertencimento (DEI&B), e encorajamos fortemente aqueles com as seguintes identidades a se candidatarem: BIPOC (negros, indígenas e outras pessoas de cor), mulheres e não binários, LGBT + (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros), indivíduos com deficiência e outros membros de grupos historicamente sub-representados.

A EGPAF é um empregador de oportunidades iguais e oferece oportunidades iguais a todos os trabalhadores e candidatos a emprego, independentemente de raça / etnia, cor, religião, sexo (incluindo gravidez, identidade de gênero, expressão de gênero e orientação sexual), nacionalidade, idade, deficiência ou genética. Além dos requisitos da legislação do país, a EGPAF cumpre as leis dos EUA que regem a não discriminação no emprego em todos os locais onde a Fundação possui instalações.

A Fundação não cobra taxas em nenhuma fase do processo de recrutamento. Se você for solicitado a pagar uma taxa em qualquer estágio do recrutamento, entre em contato com fraud@pedaids.org.

As candidaturas deverão ser submetidas até ao dia 29 de Janeiro de 2022.

Na Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation as vagas não se pagam e são estritamente observados os princípios de ética, integridade e transparência. A Fundação recomenda e encoraja vivamente a denúncia imediata de quaisquer actos contrários a estes princípios. Eventuais pedidos de esclarecimentos poderão ser feitos através dos números: +25821488901/02.

Envie seu Currículo Aqui

close